Como escolher o tipo de piso ideal para cada ambiente da casa?


Como escolher o tipo de piso ideal para cada ambiente da casa?

Na hora de planejar a construção ou a reforma de uma casa, é preciso fazer boas escolhas para que o investimento valha a pena. Assim, os revestimentos que serão empregados no acabamento devem receber a mesma atenção que os elementos estruturais.

A decisão dos tipos de pisos que serão usados deve ser ponderada levando em consideração diversos aspectos. Pensando nisso, separamos as melhores dicas para ajudar você a revestir o chão da sua casa, garantindo conforto e praticidade para toda a família. Boa leitura!

Tipo de ambiente

Em primeiro lugar, é necessário avaliar o local onde será feita a instalação. Isso porque o tipo de ambiente vai determinar as outras características que devem ser levadas em conta. Para as partes externas, por exemplo, deve-se escolher um material que seja mais resistente a intempéries e outros agentes, como poeira do asfalto.

Já no interior da casa, o tipo de piso varia de acordo com o cômodo. Para áreas de maior circulação e com maior umidade, como salabanheiro, cozinha e corredor, a resistência também é importante para que o piso aguente uma limpeza mais pesada e frequente.

Dica: Revestimento de parede externa: 5 opções para a melhor escolha

Porosidade e resistência

Devido à sua alta durabilidade e à facilidade de limpeza, o piso de cerâmica é bastante utilizado em ambientes comerciais e residenciais, internos e externos. A porosidade desse material varia e ela está atrelada à resistência dele. Quanto mais poroso, mais o piso absorve água, menor é a sua resistência ao tráfego de pessoas e ele acumula sujeira com mais facilidade.

Para esses pisos cerâmicos há um índice conhecido como PEI, que relaciona a resistência do material à abrasão superficial. Essa abrasão é o desgaste sofrido com o decorrer do tempo quando a superfície está em contato com objetos ou movimentação de pessoas.

O PEI varia entre valores de 0 a 5, sendo que o menor valor significa uma baixíssima resistência à abrasão e é recomendado apenas para paredes. Já o valor mais alto implica que essa característica de durabilidade é altíssima e que o piso deve ser usado em locais públicos e comerciais.

Então, para escolher o revestimento baseado nesse índice, você deve avaliar a rotina da sua casa, priorizando os pisos com resistência alta para cômodos que têm maior trânsito.

Temperatura do piso

Quanto à temperatura, dividimos os pisos em frios e quentes. Como boa parte do país registra temperaturas tropicais durante um grande período do ano, é muito comum usar pisos frios em todas as áreas da casa, como a cerâmica e o porcelanato. Esses dois exemplos também ganham destaque pelo baixo custo e a durabilidade.

No entanto, há regiões que apresentam invernos rigorosos, além de estarem sujeitas às frentes frias a qualquer momento. Por isso, é indicado que os revestimentos quentes sejam usados nos quartos e sala para garantir conforto e bem-estar.

Entre os principais acabamentos quentes podemos citar os assoalhos de madeira, tacos, pisos vinílicos e os laminados de madeira. Esse último tipo é ideal para quem busca isolamento térmico com um custo-benefício atrativo, já que eles são mais baratos que outros pisos tradicionais e são mais fáceis de instalar.

Saiba como planejar e/ou fazer a aplicação de revestimento em qualquer parte de sua casa. Clique no banner e confira!
Escolha o revestimento ideal para o seu lar

Manutenção

A limpeza e a manutenção de um revestimento são importantes para garantir uma longa vida útil. Pensando na caraterística anterior, os pisos frios são mais fáceis de limpar, apresentam boa resistência à crianças e bichinhos de estimação. Também é possível lavar o chão com água em contato direto com o material.

A maioria dos materiais isolantes térmicos é amadeirada e necessita de cuidado especial. A limpeza deve ser feita com vassoura de cerdas macias ou aspirador de pó. A limpeza com líquidos deve ser restrita ao uso de pano úmido. Além disso, é preciso ter cuidado com crianças pequenas ou pets. Uma boa solução é colocar tapetes ou restringir as brincadeiras a ambientes com pisos menos sensíveis.

Agora você já sabe como escolher os tipos de pisos para sua casa de maneira mais eficiente. Lembre-se dos aspectos citados para comprar materiais que atendam às suas necessidades, fazendo bom uso do seu capital.

Gostou deste post? Então assine a nossa newsletter e receba mais conteúdos como este em seu e-mail!




Por
17/10/2018

O Verona Materiais de Construção está a mais de 20 anos no mercado, com foco em bom atendimento ao cliente, comprometimento, respeito e preços competitivos.

 


Assine nosso blog

Não perca nenhuma novidade!

Assine nosso blog

Não perca nenhuma novidade!